SIGA O TEEN POP

Olá! Digite o que procura

Entretê

Titanic: ex-funcionário alertou sobre problemas no submarino desaparecido

Submersível sumiu durante uma ‘excursão’ para ver destroços do navio.

Submarino da OceanGate está desaparecido em expedição do Titanic
Submarino da OceanGate está desaparecido em expedição do Titanic (Imagem: Reprodução/Instagram)

Você deve estar acompanhando o caso do submarino (submersível) que desapareceu no Atlântico Norte durante uma ‘excursão’ para ver os destroços do Titanic, que estão no fundo do mar. Depois da notícia viralizar em todo o mundo, um ex-funcionário fez uma revelação sobre o caso.

Essa pessoa já havia avisado para a Ocean Gate sobre os problemas encontrados no submersível. David Lochridge, piloto de submersíveis, alertou que esse tipo de submarino não era capaz de descer a profundezas extremas. Por conta do aviso, o profissional foi demitido da empresa.

+ Vaza suposto namoro entre dois integrantes do BTS e ARMY vai à loucura: “Não posso acreditar”

A informação foi retirada da revista The New Republic, que teve acesso a documentos da justiça sobre um caso de 2018. Na época, David era diretor de operações marítimas da OceanGate. O profissional ficava “responsável pela segurança de toda a tripulação e clientes”.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

O caso levou a uma quebra de contrato, pois o funcionário teria se negado a liberar testes tripulados dos primeiros modelos do submarino. Além disso, a empresa demitiu o diretor por divulgar informações confidenciais.

+ Olivia Rodrigo compartilha post misterioso sobre nova música e causa euforia

Saiba o que empresa de submarino da expedição do Titanic fez após demitir funcionário

Depois que a Ocean Gate demitiu Lochridge, a revista New Republic explicou qual foi a atitude da empresa após o profissional expor informações sobre o submarino e fazer um alerta no processo da época.

“Em vez de abordar as preocupações de Lochridge, a OceanGate rescindiu sumariamente o contrato, nos esforços para silenciar Lochridge e evitar abordar as questões de segurança e controle de qualidade”, diz trecho do documento divulgado pela publicação.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

+ Kesha revela ‘quase morte’ e desabafa após sérios problemas de saúde

Em uma reunião na empresa, o funcionário demitido e outros engenheiros ficaram preocupados com a segurança do submersível. Então, pediram ao CEO da empresa, Stockton Rush, que fizesse uma inspeção de qualidade. Lochridge informou ter sido “recebido com hostilidade e negação de acesso à documentação necessária”.

Além disso, o processo dizia que a janela do submarino tinha capacidade para aguentar a pressão de até 1,3 mil metros. Mas a intenção da OceanGate era levar o submarino até 3,8 mil metros de profundidade. Isso tudo para levar a expedição até o naufrágio do Titanic.

➥ Siga o Teen Pop no TwitterInstagram e Facebook

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE

Por fim, o processo entre o funcionário e a empresa não avançou muito. Meses depois da disputa correr na justiça, os envolvidos entraram em um acordo.

David Lochridge, ex-funcionário da OceanGate; empresa fez o submarino para expedição do Titanic
David Lochridge, ex-funcionário da OceanGate; empresa fez o submarino para expedição do Titanic (Imagem: Reprodução/OceanGate Expeditions)

VOCE PODE GOSTAR

Celebs

Cantora não estaria se esforçando para continuar casada com o ator.

K-Pop

Veja qual são os hits que não saem da playlist do idol.

K-Pop

Idol passou a ter mais contato com os fãs nas redes sociais.

Copyright © 2021 - 2024 Teen Pop. Todos os direitos reservados. Fica proibida a reprodução total ou parcial do conteúdo deste website sem autorização prévia, expressa e por escrito de seu proprietário.